EIGREEN

FACEBOOK YOUTUBE INSTAGRAM SPOTIFY E-MAIL 


Eigreen é um projecto musical de Francisco Frutuoso que ficou no baú durante 7 anos. Os motivos da demora foram vários: o seu envolvimento permanente noutros grupos (Flying Cages / Pinhata), a impossibilidade de gravação em estúdio ou ainda a insegurança em trazer a público uma criação tão pessoal. Escondidas até dos amigos mais próximos, as letras foram descobertas pela sua irmã gémea Luísa Levi, que desde logo as quis começar a cantar e o convenceu a juntar um grupo de amigos: Carlos Serra, João Ribeiro e Rui Pedro Martins (Flying Cages, Defrosted Pork Chops). As suas composições vão desde o registo acústico ao trip-hop, passando pelo indie rock, jazz e downtempo. “It’s On” foi o primeiro tema divulgado e marcou presença no disco Novos Talentos Fnac 2020, estando programado o lançamento do álbum de estreia para 2021, após a sua gravação nos estúdios Blue House.

 

EIGREEN


«Enquanto membro dos Flying Cages e dos Pinhata, Francisco Frutuoso começou a ganhar interesse em experimentar outros instrumentos, com o intuito de aprender mais sobre composição e produção musical. Rapidamente pegou no computador e começou a complementar as ideias que tinha na guitarra com os instrumentos que lhes faltavam. O resultado das suas experiências não se enquadrava em nenhuma das suas bandas, o que o levou a não saber o que fazer com as mesmas. Com o incentivo da sua irmã gémea, Luísa, decidiu mostrá-las a alguns dos seus amigos e aos seus companheiros da Blue House, que facilmente o convenceram a gravar as músicas. Eigreen é o resultado de muitos anos de espera, paciência e aprendizagem. O que em tempos foi um projecto solitário, aos poucos vai-se tornando em algo maior e melhor. De certa forma, “It’s On” comemora essa mesma transição.»
Sara Capitão, MUTANTE 

«Com a pausa temporária das suas bandas (Flying Cages e Pinhata) e com várias ‘demos’ no bolso gravadas há 7 anos, Francisco Frutuoso tentou a sua sorte e mostrou-as aos amigos. Daí surgiram as primeiras canções com cabeça, tronco e membros do projeto que conjuga estilos tão diversos como o trip-hop, indie rock, jazz ou downtempo. A primeira amostra de Eigreen é o single "It’s On", uma comemoração de felicidade desmedida, derivada do prazer na descoberta de algo novo, a trazer à memória ecos de Julie & The Carjackers ou mesmo de Bruno Pernadas.» 
Rui Gameiro, THRESHOLD MAGAZINE